Direitos Humanos – Quem tem direito?

Standard

Divulgação

Por Simone Patrocínio

Lembra do menino João Hélio Fernandes, 6 anos, que ficou famoso em fevereiro de 2007? Você lembra o motivo que levou a imprensa brasileira a falar dessa criança? Não? Vou dar uma pista. Ele foi arrastado por cerca de sete quilômetros, depois de ter ficado preso no cinto de segurança do carro da mãe, após um assalto, no Rio de Janeiro. No dia 18 de março João Hélio completaria 10 anos de idade.

Hoje o nome de João Hélio voltou a fazer parte da pauta dos veículos de comunicação. Só que para a seguinte notícia: Condenado por morte do menino João Hélio vai morar na Suíça. Juro que já vi absurdo, mas esse está disputando, com vantagem, o primeiro lugar das bizarrices cometidas por representantes dos direitos humanos.

O indivíduo tirou a vida de uma criança de 6 anos de idade. Privou os pais do sorriso e gargalhadas do João Hélio. Impediu a criança de crescer. Matou de forma brutal um inocente, o arrastando pelas ruas por mais de sete quilômetros. Desfigurado não ficou apenas a criança vítima, mas a vida dos pais que sonhavam em ver o filho crescer.

Ezequiel Toledo de Lima, um dos assassinos, já está na Suíça com a família. Ele foi solto no último dia 10 pelo juiz da Vara de Infância e da Juventude, que ainda determinou que Ezequiel ingressasse no Programa de Proteção à Criança e Adolescente, destinado aos que são ameaçados de morte. Ele disse ter sofrido ameaças de morte no Instituto João Luiz Alves, onde cumpriu pena. E através da ONG Projeto Legal ele conseguiu embarcar para a Suíça, com garantia de casa e identidade novas para recomeçar a vida. E a família de Jaó Hélio? Tem como recomeçar a vida?

A questão é que quem está ameaçado de morte é a sociedade com um bicho desses solto. Agora é a sociedade suíça que corre risco. Desde quando um assassino merece ser protegido? Ele tinha 17 anos na época do assassinato, e agora? Continua com 17 anos? Ele é ainda considerado adolescente pra justiça?

Acho incrível como representantes dos Direitos Humanos chegam rápido pra atuar quando é a favor de bandido. Cadê os direitos humanos para as vítimas? Quando os vagabundos que invadem casas, estupram meninas, matam pais de família, tiram vida de pessoas dignas, estão presos em contêineres os direitos humanos logo aparecem pra dizer que isso não se deve fazer. Quando um vagabundo tira a vida de uma criança de 6 anos de idade e é ameaçado de morte, ele é posto em projeto de proteção, ganha casa e identidade nova em um novo país, com tudo pago. Incrível. Os direitos humanos sequer aparecem para dar apoio às famílias das vítimas.

Pais de João Hélio

O crime ocorreu durante um assalto. A mãe, uma amiga e a irmã de 13 anos de João conseguiram escapar, mas o garoto ficou preso ao cinto quando os assaltantes arrancaram com o carro. O delegado titular Hércules Pires do Nascimento afirmou que os bandidos sabiam que o menino estava preso ao carro e tentaram se livrar dele fazendo movimentos em ziguezague com o veículo. O policial disse ainda que os bandidos possivelmente estavam drogados. Um advogado disse que a princípio pensou que fosse um boneco, mas viu o sangue na lataria do carro. Ele e dois amigos seguiram o carro. Ao passarem pelos quebra-molas, o carro saltava e o corpo batia no chão.

About these ads

5 responses »

  1. se for assim então vamos nos armar todo mundo de novo para nos defender…pois temos garantias e proteção dos direitos humanos… andar na legalidade e ver atos ilegais desanima… o sujeito assassino ali deveria pelo menos estar na cadeia. Pra que serve os direitos humanos? defender assassino? Se matassem um familiar meu então eu iria atras do assassino, mataria ele e depois pediria asilo aos direitos humanos, é meu direito.
    Belo exemplo esses sem noção dão ao mundo.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s